MINI vai abrir mão de novos modelos para focar na linha atual

A MINI confirmou recentemente que vai abrir mão de lançar novos modelos no mercado para racionalizar o portfólio já existente. Membro do Conselho Administrativo da BMW AG, Peter Schwarzenbauer afirmou que o objetivo é "reposicionar a marca" e dar total atenção aos cinco modelos que já existem (Cooper 2 portas, Cooper 4 portas, Clubman, Cabrio e Countryman). Dessa forma, fica subentendido que não serão lançadas novas gerações para as derivações Coupé, Roadster e Paceman (foto no fim do post), além de carros inéditos como o Rocketman e o Superleggera.
MINI vai abrir mão de novos modelos para focar na linha atual
"Desde a sua criação, em 1959, a marca MINI sempre foi sinônimo de ideias, inspiração e paixão. Isso não vai mudar", afirmou Schwarzenbauer. No entanto, a meta é alinhar cada vez mais a marca com o segmento premium, que segundo previsões internas deve crescer algo em torno de 27% até 2020. Nesse sentido, o Cooper deve responder por mais 30% das vendas totais da marca, enquanto a versão JCW deve vender praticamente o dobro do que emplaca hoje.
MINI vai abrir mão de novos modelos para focar na linha atual
 

MINI vai abrir mão de novos modelos para focar na linha atual

Foto de: Dyogo Fagundes