VW fará recall de 8,5 milhões na Europa para reparar software malicioso

Depois de semanas de estudos e análises, a Volkswagen concluiu que o escândalo de fraude de emissões de motores diesel deverá afetar cerca de 8,5 milhões de carros na Europa. O defeito será corrigido através de um mega recall (uma convocação voluntária foi descartada) que consiste na atualização do software defeituoso ou, dependendo do caso, troca de componentes do motor. Todo o processo será supervisionado pela KBA (autoridade de transportes da Alemanha), que depois fará testes com os modelos reparados.
VW fará recall de 8,5 milhões na Europa para reparar software malicioso
Só no mercado alemão são 2,4 milhões de carros envolvidos, boa parte por se tratar do maior mercado da Volks no continente. De acordo com a KBA, o objetivo é "dar aos clientes clareza em relação ao uso ilimitado do veículo no futuro". Os serviços serão iniciados em janeiro de 2016 e, para os países de fora da União Europeia, as regras para o reparo serão estabelecidas localmente. São afetados carros da Volks, Audi, Skoda e Seat.

VW fará recall de 8,5 milhões na Europa para reparar software malicioso

Foto de: Dyogo Fagundes