Abortado: VW desiste de "SUV-subcompacto" e cancela Taigun

A retração do mercado nacional e o recente anúncio de corte de gastos ordenado pela matriz na Alemanha parecem ter feito a Volkswagen recuar diante de alguns projetos. Depois de extinguir a versão de duas portas do próximo Polo e do risco iminente de desistir da nova geração do Fusca, a marca agora cancela o projeto de desenvolvimento do Taigun. De acordo o jornalista Roberto Nasser, em coluna publicada no portal Automotive Business, a ideia de produzir um SUV compacto com base no up! foi completamente abortada. Esta não é a primeira vez que o futuro do Taigun é colocado em xeque. Em entrevista concedida no início do mês passado à revista britânica Auto Express, Heinz-Jakob Neuser, membro do conselho de desenvolvimento técnico da Volks, demonstrou pouco entusiasmo ao falar do modelo. Questionado sobre a até então esperada produção em série, o executivo disse apenas que "o Taigun é um carro que ainda está em fase de análise”. Apresentado na edição de 2012 do Salão do Automóvel de São Paulo, o Taigun foi anunciado como a grande aposta da Volks para brigar com os SUVs compactos do mercado e, ao mesmo tempo, inaugurar uma espécie de sub-segmento. Pequeno, mede apenas 3,85 metros de comprimento (menor até mesmo que um Gol) e acomoda 280 litros de bagagem no porta-malas. Sob o capô, o conceito tinha um motor 1.0 TSI de 110 cavalos a 5.000 rpm e 17,8 kgfm de torque a apenas 1.500 rpm. Ao que tudo indica, a aposta da VW para a categoria será um SUV feito com base no próximo Polo, cotado inclusive para ser vendido no Brasil. Galeria de fotos:

VW Taigun 2014

Foto de: Dyogo Fagundes