Prejuízos da VW com 'dieselgate' podem chegar a 78 bilhões de euros

Os prejuízos da Volkswagen com o escândalo de fraude de emissões podem ser bem maiores que o previsto, conforme relata o banco Credit Suisse. De acordo com as estimativas da entidade, as perdas para o grupo alemão devem ser, na pior das hipóteses, superiores € 78 bilhões (cerca de R$ 344 bilhões numa conversão direta). O valor corresponde a sete vezes o lucro líquido alcançado pela empresa no ano último fiscal, além de ser bastante superior aos 6,5 bilhões de euros até agora reservados pela marca para lidar com o problema.
Prejuízos da VW com 'dieselgate' podem chegar a 78 bilhões de euros
A fraude, conforme já relatado, foi descoberta pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) e pelo California Air Resources Board (CARB). Segundo informado, a Volkswagen utilizou softwares manipulados para realizar a medição das emissões de alguns modelos, de modo a violar os padrões ambientais vigentes nos EUA. Especialistas descobriram que o sistema desligava os controles de emissões ao dirigir normalmente e mascarava os resultados reais só na hora dos testes.
Prejuízos da VW com 'dieselgate' podem chegar a 78 bilhões de euros
Só no mercado norte-americano estão envolvidos os modelos Jetta, Passat, Jetta Sportwagen, Beetle e Audi A3, mas a própria Volks admitiu que mundialmente 11 milhões de veículos foram equipados com o software manipulador. A fraude afeta especialmente os motores tipo EA 189 2.0 Diesel, que estão emitindo até 40 vezes mais poluentes que o limite legal em carros da própria VW, Audi, Skoda e Seat.

Prejuízos da VW com 'dieselgate' podem chegar a 78 bilhões de euros

Foto de: Dyogo Fagundes