Paul Walker: filha do ator processa Porsche por homicídio culposo

Meadow Walker, filha de Paul Walker, está processando a Porsche nos Estados Unidos sob a acusação de homicídio culposo pela morte do ator, ocorrida em 2013 a bordo de um Carrera GT. De acordo com o site de entretenimento TMZ, que teve acesso aos documentos da ação, os advogados de Meadow argumentam que durante o acidente o cinto de segurança do esportivo sufocou Paul, de modo a deixá-lo preso no banco do passageiro e por conseqüência ter quebrado suas costelas e pélvis.
Paul Walker: filha do ator processa Porsche por homicídio culposo
Ainda segundo os advogados, o acidente poderia ter sido evitado caso o carro tivesse um sistema de estabilização, tendo em vista que a Porsche estava ciente do histórico de "instabilidades e problemas" que o modelo apresentava. Os documentos dizem também que Paul 'aspirou fuligem para sua traqueia enquanto o Porsche queimava', o que indica que o incêndio começou quando o ator ainda estava vivo.
Paul Walker: filha do ator processa Porsche por homicídio culposo
O processo contesta ainda o relatório final, que calculou que o carro estava a 149 km/h (93 mph) em uma via onde o limite é de 72 km/h (45 mph). Para o advogados, quando o motorista Roger Rodas perdeu o controle a velocidade era de 101 a 114 km/h (63 e 71 mph).

Paul Walker: filha do ator processa Porsche por homicídio culposo

Foto de: Dyogo Fagundes