Ford Ranger pode voltar aos EUA; sucesso de rivais motiva mudança de planos

Desde que deixou de produzir a antiga geração da Ranger nos Estados Unidos, em 2011, a Ford já falava que a nova geração, desenvolvida na Ásia, não chegaria ao país. Agora, porém, o avanço de rivais como Chevrolet Colorado, GMC Canyon (ambas derivadas do mesmo projeto que originou a S10 brasileira) e Toyota Tacoma parece ter feito com que a oval azul reavaliasse a estratégia. Conforme relata a imprensa local, o lançamento da picape é fortemente cogitado para 2018, inclusive com produção local.
Ford Ranger pode voltar aos EUA; sucesso de rivais motiva mudança de planos
Um dos modelos mais globais da Ford, a Ranger é vendida atualmente em quase 200 países mas, paradoxalmente, não é oferecida nos EUA, o maior mercado de picapes do mundo. Inicialmente, a marca argumentou que não levaria a camionete para o país por temer que houvesse canibalização com as versões de entrada da F-150, mas mudanças no comportamento do mercado estão fazendo a empresa mudar de ideia. Só para este ano, por exemplo, a previsão é de que 360 mil picapes médias sejam vendidas, quase metade só da bem-sucedida Tacoma.
Ford Ranger pode voltar aos EUA; sucesso de rivais motiva mudança de planos
Outra possibilidade é o retorno do SUV Bronco, fora-de-estrada que fez bastante sucesso no país nas décadas de 1980 e 1990. A ideia é ressuscitá-lo com base na nova geração do Everest, derivado da plataforma T6 da Ranger. Não custa lembrar, durante o lançamento da nova geração do Troller, a imprensa norte-americana elogiou o design do jipão brasileiro e o comparou ao finado Bronco, mas a Ford logo descartou qualquer possibilidade de exportação (leia mais aqui).

Ford Ranger pode voltar aos EUA; sucesso de rivais motiva mudança de planos

Foto de: Dyogo Fagundes