Ford Ka+ alcança 30 mil unidades produzidas em apenas nove meses

A Ford comemora nesta semana a produção de 30 mil unidades do sedã Ka+ na fábrica de Camaçari, na Bahia. Primeira derivação três volumes da história do compacto, o modelo alcança o feito histórico apenas nove meses depois de oficialmente chegar às lojas. No último mês de julho, por exemplo, alcançou 4.133 unidades emplacadas, sendo comercializado em cinco versões de acabamento (SE 1.0, SE Plus 1.0, SE 1.5, SE Plus 1.5 e SEL 1.5) com preços entre R$ 42.390 e R$ 51.190.
Leia também: Teste CARPLACE: Versa desafia Ka+ entre os sedãs 1.0 3-cilindros
Ford Ka+ alcança 30 mil unidades produzidas em apenas nove meses

Leia também: Sedãs de entrada: Ka+ dispara nas vendas e se aproxima do pódio
De série, o Ka+ traz itens como direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas com controle remoto, airbag duplo, freios ABS com EBD e CBC. Na comparação com os concorrentes diretos (leia-se Chevrolet Prisma, Toyota Etios Sedan, Nissan Versa e Hyundai HB20S), o modelo inovou por trazer equipamentos inéditos para o segmento, como controles eletrônicos de estabilidade e tração (versão SEL), e o assistente de emergência, que liga automaticamente para o SAMU em caso de acidentes.
Ford Ka+ alcança 30 mil unidades produzidas em apenas nove meses
Sob o capô, é oferecido com os motores 1.0 12V flex de três cilindros com 85/82 cv e Sigma 1.5 16V flex de 110/105 cv. O câmbio é sempre manual de cinco marchas (a transmissão automática, presente na maioria dos rivais, é ausente no modelo).

Ford Ka+ alcança 30 mil unidades produzidas em apenas nove meses

Foto de: Dyogo Fagundes