Exclusivo: novo Ka 2015 será primeiro 1.0 nacional com ESP - veja outros detalhes

O novo Ford Ka 2015, com lançamento previsto para agosto, será o primeiro carro 1.0 nacional a ter controle de de estabilidade (ESP). A informação foi apurada com exclusividade por nossa equipe nesta sexta-feira (6) durante coletiva da Ford sobre a eficiência energética do novo compacto, realizada em São Paulo. Além dos dados de consumo e emissões, mais detalhes do novo Ka vieram à tona: o hatch chegará apenas com motor 1.0, nas versões SE e SEL, sendo que itens como direção elétrica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos e sistema de som MyFord Dock (com conexão para smartphone) serão de série desde o modelo mais básico. Preço? Diz a Ford que o mercado está muito volátil neste momento e que fazer qualquer previsão agora seria leviano. Nenhum executivo da empresa, porém, esconde que o alvo é o Hyundai HB20 - que hoje custa a partir de R$ 35.395 com ar e direção assistida, mas sem sistema de som e vidros/travas elétricas Uma grande atração do Ka 2015, na versão SEL, será a presença do ESP. O dispositivo, que atua por meio dos freios ABS e do corte do acelerador eletrônico, será o mesmo usado pelo New Fiesta, modelo que emprestará a plataforma ao novo compacto. Por conta disso, pode ser que com o ESP também venha o assistente de partida em rampa, que segura o freio acionado por alguns segundos nas saídas em ladeiras, além da oferta de até seis airbags - dois laterais e dois do tipo cortina, além dos frontais mandatórios. Quanto ao consumo, a Ford informou que o Ka 1.0 chega como o modelo mais econômico da categoria (para carros equipados com ar-condicionado) pelos testes do Inmetro. Com nota A no programa de etiquetagem, o hatch conseguiu as seguintes médias de consumo: 8,9 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada (com etanol), e 13 km/l e 15,1 km/l (com gasolina), respectivamente. Vale lembrar que estes dados são obtidos em laboratório e submetidos a um fator de correção. Na prática, geralmente encontramos números melhores que os do Inmetro em nossos testes com o carro na "vida real". Para manter o consumo baixo, a Ford diz ter dado atenção especial a aspectos como peso do veículo, aerodinâmica, direção elétrica (que não rouba potência do motor) e os pneus de baixa resistência à rodagem. Neste caso, a Pirelli desenvolveu um pneu específico para o novo Ka (Cinturato P1). Além disso, foi adotada uma relação de marchas de amplo escalonamento, ou seja, com uma primeira curta e uma quinta longa. O gerente de engenharia Klaus Mello diz que isso só foi possível por conta da boa curva de torque do novo motor 1.0 três cilindros, que fará sua estreia sob o capô do Ka. Com potência de 85 cv e torque de 10,7 kgfm (melhores números da categoria), o propulsor trabalhará a 3.350 rpm a 100 km/h em quinta marcha, de modo a diminuir o consumo e aumentar o conforto acústico. Na maioria dos outros 1.0 do mercado, o motor a gira a cerca de 3.800 rpm nesta condição. A Ford ainda vai realizar mais uma prévia do novo Ka 2015 antes do lançamento definitivo, desta vez para falar do interior e do sistema de som com conexão para celular. Depois do hatch 1.0, será a vez do Ka Sedan (acima), que chegará ao mercado primeiramente apenas com motor 1.5 16V emprestado do New Fiesta. Fotos: Rafael Munhoz, divulgação e arquivo CARPLACE