Montadoras não devem pedir volta do IPI reduzido, garante Anfavea

Apesar da desaceleração do mercado e das previsões pouco otimistas para 2015, as montadoras não devem recorrer ao governo em busca de desonerações fiscais. De acordo com Luiz Moan, presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) as marcas descartaram a possibilidade de pedir a volta de IPI reduzido ou qualquer outra medida que possa aliviar a queda nas vendas. "Não pediram nem vão pedir", disse Moan ao Estadão.
Montadoras não devem pedir volta do IPI reduzido, garante Anfavea
Ainda de acordo com o executivo, "os tempos são outros" e as demissões ocorridas nesta semana na região do ABC paulista envolvendo a Volkswagen e a Mercedes não representam nenhuma tentativa de pressionar o governo por benefícios. "São casos isolados e que podem ser revertidos dependendo da situação", disse. Sobre as previsões para 2015, Moan afirmou que espera dificuldades no primeiro semestre, mas acredita em recuperação na segunda metade do ano.

Montadoras não devem pedir volta do IPI reduzido, garante Anfavea

Foto de: Dyogo Fagundes