Novo comando: Ferrari deve aumentar produção após saída de Montezemolo

O novo comando da Ferrari nem mesmo esperou a cadeira do ex-chefão Luca di Montezemolo esfriar e já traçou um novo plano estratégico para a marca. De acordo com a agência de notícias Bloomberg, por ordem de Sergio Marchionne, novo mandatário e CEO da FCA, a fabricante italiana de esportivos terá produção aumenta de 7 mil para algo em torno de 10 mil unidades anuais. Quando estava à frente da empresa, Montezemolo era declaradamente contrário à medida.
Novo comando: Ferrari deve aumentar produção após saída de Montezemolo
Em comunicado, Marchionne revelou estar preocupado com as poucas unidades em oferta e disse que aumentar a produção é a única solução para acabar com as filas de espera. "O mercado de superesportivos tem crescido bastante nos últimos anos. Com a produção atual as filas de espera têm se tornado muito longas e os clientes podem desistir de esperar pelos modelos", disse. Por outro lado, Montezemolo queria limitar o número a cerca de 7 mil exemplares para manter a exclusividade da marca.

Novo comando: Ferrari deve aumentar produção após saída de Montezemolo

Foto de: Dyogo Fagundes