Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso

Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
Provavelmente você já sabe quase tudo sobre o novo up!. Que ele é seguro (ganhou cinco estrelas no Latin NCAP), barato de reparar (campeão no ranking do CESVI), econômico (carro flex mais econômico do mercado de acordo com o INMETRO) e também o quanto ele custa. Então, diante de todos esses títulos favoráveis ao novo compacto, vamos direto ao ponto: como ele anda? Vale mesmo a pena? Confira quais foram nossas primeiras impressões ao dirigir a novidade mais importante da Volkswagen nos últimos anos.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
O que é? Se nas fotos o up! parece pequeno, ao vivo você tem certeza disso. Com apenas 3,60 metros de comprimento e entre-eixos de 2,42 metros, ele tem espaço interno apenas razoável. Pessoas com até 1,75 de altura não terão problemas para se acomodar, seja nos bancos dianteiros ou traseiro - desde que sejam quatro no total. Com cinco, a coisa aperta bem. Boa sacada é o teto elevado e o porta-malas alongado em relação ao modelo europeu, de modo que a capacidade chegou a 285 litros -e isso usando um estepe de dimensões normais.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
O visual segue uma fórmula de linhas mais simples e retas, com destaque para a frente com cara "alegre" e a traseira elegante, com lanternas verticais e a tradicional tampa de aço (na Europa é de vidro). Desta forma, o up! não adota o "face family" característico da Volkswagen. Não que seja bom ou ruim, mas ao menos ele tem personalidade própria. Por dentro, a simplicidade das linhas continua. Destaque para a boa qualidade de construção e os materiais usados no interior. Os bancos dianteiros têm o encosto de cabeça integrado (o que pode parecer simplório), mas na prática são muito confortáveis e acomodam bem o corpo. Embora tenha aspecto simples, tudo no up! é bem montado e os comandos estão no lugar certo. A versão avaliada foi a Black up! com a lista completa de equipamentos, que incluía ainda os opcionais bancos de couro e o GPS Maps & More. Confira aqui todos os detalhes e preços das versões do novo up! De série, o up! mais em conta (R$ 28,9 mil com quatro portas) traz limpador/lavador e desembaçador do vidro traseiro, Isofix, banco do motorista com ajuste de altura e painel na cor cinza, além dos obrigatórios freios ABS e airbag duplo. Itens desejados como ar-condicionado, direção elétrica, CD player com Bluetooth, vidros/travas elétricos e rodas aro 14" são todos opcionais na versão Take, de entrada.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
Como anda? Para mostrar a novidade, a Volkswagen escolheu a região de Gramado (RS) e cidade vizinhas. O test-drive envolveu um trecho de cerca de 140 km e belas paisagens entre a serra gaúcha e a capital Porto Alegre. Logo de cara fica uma sensação um pouco estranha de dirigir um carrinho tão curto e alto, mas logo nos primeiros quilômetros, incluindo curvas das boas estradas da região, o up! começa a mostrar suas qualidades: boa estabilidade e pouca oscilação da carroceria, mesmo em velocidades mais altas. A suspensão é firme sem exageros e confortável na estrada. Nos buracos, filtra muito bem as imperfeições. Sobre o câmbio nem precisa dizer muito: é a conhecida caixa MQ200 de Polo/Fox/Gol, com engates precisos e que beiram a perfeição. Outro destaque é o baixo nível ruído. A VW prometeu deixar o carro com bom isolamento acústico, o que se comprovou de fato. Em rotações de até 4 mil giros (a 100 km/h o motor está a 3.000 rpm), o ronquinho do 1.0 três cilindros invade pouco a cabine, bem como os barulhos externos não chegam a incomodar. Em resumo: o up! é bem silencioso para um carro de entrada, sem esquecer também do baixo nível de vibração - especialmente para um tricilíndrico.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
No curto trecho urbano percorrido, deu para confirmar o bom trabalho da suspensão e outro item que também agradou bastante no carro: a direção elétrica. Leve nas manobras e precisa, deixa o up! bem divertido de dirigir. E em velocidades de estrada ela fica firme e transmite segurança. Na região de Porto Alegre, já em trecho duplicado, o carrinho também se saiu bem andando ao redor dos 110 km/h. Arrisco até dizer que, para efeito de comparação, seu comportamento dinâmico é melhor do que o Fox. Outra dúvida era sobre o desempenho do ar-condicionado, que passou por uma prova de fogo (fazia 41 graus lá fora!). Foi aprovado com louvor, e nem foi preciso colocar na velocidade máxima.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
Mas o up! anda bem? Sim! O desempenho é muito bom, ainda mais considerando que se trata de um carro 1.0. Mérito das tecnologias empregadas neste bloco 1.0 12V três cilindros, que o deixaram muito melhor do que o 1.0 quatro cilindros da própria marca. Retomadas e algumas ultrapassagens foram feitas em terceira marcha com resultado bem satisfatório, e o consumo final foi bom diante das condições: em um trecho de 80% estrada e 20% cidade (lembrando que o trecho de estrada foi na maior parte em pista dupla), com ar-condicionado ligado 100% do tempo, ele marcou 13 km/l com gasolina. Mais leve e com aerodinâmica muito próxima ao do Fox, ele se sai um pouco melhor do que o irmão mais velho (que compartilha o motor tricilíndrico e as relações de marcha na versão Bluemotion). Como parâmetro, a marca divulga aceleração de 0 a 100 km/h em 12,4 segundos, o que é um número muito bom - a ser conferido num futuro teste completo.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
Quanto custa? A missão do up! por aqui não será tarefa fácil: assumir o posto de carro de entrada no lugar do veterano Gol G4. É verdade que ele tem na concepção moderna, qualidade de construção e na segurança seus trunfos, mas estamos falando dos populares, então o custo-benefício também é fator decisivo.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
Custando entre R$ 26.090 e R$ 39.390, a versão de entrada não começa cara, porém, é muito básica. Nas versões mais completas, e se você quer direção assistida e ar-condicionado (itens cada vez mais indispensáveis), o carrinho fica "salgado", a ponto da versão completa custar o preço básico de um compacto premium.
Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso
O up! se apresenta como a nova referência do segmento de entrada. É um carro bem construído, seguro, econômico e bom de dirigir. Mas cobra o preço disso tudo. Se pegarmos a versão de entrada (Take) e equipá-la com os itens mais desejados, como direção elétrica, ar condicionado, trio elétrico e som, o preço já sobe para cerca de R$ 34 mil. No fim, cabe ao consumidor fazer a infeliz escolha entre um carro mais moderno e caro, ou um modelo mais defasado com melhor custo-benefício. Por Julio Cesar, de Gramado (RS) Viagem a convite da Volkswagen Ficha técnica: Volkswagen up! Motor: dianteiro, transversal, três cilindros, 12 válvulas, 999 cm3 Potência: 75/82 cv ; Torque: 9,7/10,4 kgfm; Transmissão: câmbio manual de cinco marchas, tração dianteira; Direção: elétrica (opcional); Suspensão: dianteira McPherson e traseira por eixo de torção; Freios: discos ventilados na dianteira e tambor na traseira, com ABS; Rodas: (Take-Up: rodas de aço 13" com pneus 165/80 R13, Move-Up: rodas de liga-leve de 14" com pneus 175/70 R14, High-Up: rodas de liga-leve de 15" com pneus 185/60 R15; Peso: 910 kg; Porta-malas: 285 litros Tanque: 50 litros; Dimensões: comprimento 3.605 mm, largura 1.645 mm, altura 1.500 mm, entre-eixos 2.421 mm.

Galeria: Volkswagen up!

Volta Rápida: VW up! sobe o sarrafo dos populares, mas cobra por isso

Foto de: Julio Cesar