Novos batismos: linha de SUVs da Mercedes será quase toda renomeada

A gama de SUVs e crossovers da Mercedes-Benz passará por uma significativa reforma de nomenclatura nos próximos anos. Conforme relatam fontes ligadas à marca nos Estados Unidos, a direção da marca decidiu por reformular o batismos de dois dos principais utilitários da marca e adotar o padrão já empregado, por exemplo, no caçula GLA. Dessa forma, o atual GLK passará a se chamar GLC na próxima geração e a futura linhagem do Classe M perderá a alcunha atual para adotar a sigla GLE. Com a mudança, a Mercedes planeja associar diretamente o nome de cada SUV com a versão sedã da qual deriva. Assim como no GLA (cuja plataforma é a mesma do Classe A), o GLK mudará para GLC em alusão à arquitetura do Classe C e o Classe M passará a ser chamado de GLE por compartilhar componentes com o três volumes Classe E. Apenas os grandalhões GL e Classe G escaparam da padronização - ou pelo menos por enquanto. Mudança semelhante, vale lembrar, aconteceu também com o cupê Classe CL, que nesta geração passou a se chamar Classe S Coupé.