Exclusivo: inglesa BAC estuda vender monoposto de rua no Brasil

Enquanto os carros da F1 aceleravam no circuito de Interlagos (SP), um outro bólido chamava a atenção no padock: trata-se do BAC Mono, esportivo monoposto baseado nos carros da Fórmula 3 com chassi tubular e carroceria de fibra de carbono. Desenvolvido pelos irmãos Neill e Ian Briggs, apaixonados por carros e que já trabalharam na Ford, Mercedes e Porsche, o modelo tem como proposta trazer a tecnologia das pistas para uso recreativo - seja nas ruas ou em track days.
Exclusivo: inglesa BAC estuda vender monoposto de rua no Brasil
Produzido na Inglaterra e equipado com motor quatro cilindros de 2.3 litros, desenvolvido pela Cosworth, o Mono dispõe de 284 cv a 7.000 rpm e 28,5 kgfm de torque a 6.000 giros para empurrar apenas 540 kg. Isso explica o desempenho brutal, com aceleração de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos (!) e máxima de 274 km/h. Para reforçar a exclusividade, o interior do BAC é moldado de acordo com o perfil de cada proprietário, que tem todas as medidas aferidas para que itens como cockpit, bancos, pedais e volante sejam produzidos especialmente para o piloto. A personalização inclui ainda opções como rodas, pneus, itens de acabamento e, inclusive, freios e a calibragem da suspensão. Também a relação de marchas do câmbio sequencial de seis velocidades pode ser escolhida pelo proprietário.
Exclusivo: inglesa BAC estuda vender monoposto de rua no Brasil
O carro exposto no GP Brasil de F1 pertence ao publicitário Alexandre Gama. Feita especialmente para ele, foi importada pelo próprio executivo e é a unica unidade do Mono no país. No entanto, Gama se empolgou tanto com o projeto que se tornou acionista da BAC e está estudando trazer oficialmente o monoposto para o mercado nacional. Estamos no aguardo!

Galeria de fotos: 

Exclusivo: inglesa BAC estuda vender monoposto de rua no Brasil

Foto de: Daniel Messeder