Motos: produção cai 16,3% em outubro; vendas também apresentam queda

O segmento das duas rodas parece não conseguir se reerguer. De acordo com dados da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), a produção de motos caiu 16,3% em outubro, quando comparamos com o mesemo período de 2013. Segundo a entidade, produzidas 144.596 motocicletas em 2014 contra 172.826 no ano passado. Quando analisamos as vendas, a situação também não é das melhores, já que as vendas no atacado – para as concessionárias – apresentaram queda de 17,5% entre os períodos, passando de 156.569 unidades (2013) para 129.156 (2014). Em relação ao mês de setembro deste ano, porém, o segmento registrou alta, com crescimento de 13,1% na produção de motos em outubro e acréscimo de 10,7% nas vendas no atacado. O cenário do acumulado no período, entretanto, ainda é negativo. A produção obteve declínio de 9%, passando de 1.436.029 unidades, nos primeiros 10 meses de 2013, para 1.307.293, no mesmo período de 2014. A comercialização para as concessionárias registrou recuo de 11,5%, com 1.196.583 (2014) contra 1.352.339 motocicletas (2013). Até a exportação, que em setembro apontou alta, apresentou queda de 21,7% em outubro. Foram exportadas 7.107 unidades contra 9.075 em setembro. Na comparação com o mesmo mês de 2013, a queda foi de 34,6% (10.864). No acumulado do ano, com 87.317 (2013) contra 78.648 unidades comercializadas (2014), a queda registrada foi de 9,9%.