Fechamento 2013: produção e nacionais em alta, importados e 1.0 em queda

Em coletiva realizada nesta terça-feira (7), a Anfavea (associação que reúne as montadoras) anunciou os resultados finais de 2013: produção recorde, com as 3,74 milhões de unidades produzidas em 2013 superando em 9,9% as 3,40 milhões de 2012, mas queda de 0,9% nos licenciamentos, com 3,76 milhões de veículos no ano passado contra os 3,80 milhões do ano anterior. Se considerarmos somente os veículos nacionais, porém, 2013 foi o melhor ano da história, com uma alta de 1,5% se comparado a 2012. Os importados, no entanto, registraram a participação mais baixa dos últimos anos, com apenas 18,8% do mercado - uma queda de 10,3% em volume na comparação com o ano anterior, quando os importados fecharam com 20,7% das vendas totais. O resultado tem ligação direta com o regime Inovar-Auto, que incentivou a produção nacional ao aplicar o super IPI de 30% extras aos veículos trazidos do exterior.
Fechamento 2013: produção e nacionais em alta, importados e 1.0 em queda
Um dado interessante é o recuo das vendas dos carros 1.0, que caíram 7,3% em 2013, ao passo que os de 1 a 2 litros avançaram 0,2%. Com isso, o domínio dos "mil" no mercado nacional atingiu um dos níveis mais baixos dos últimos anos, com 39,9% do mercado. A chegada de novos (e modernos) motores 1.0 três cilindros em 2014, porém, deve fazer com que a participação dos 1.0 volte a aumentar - vide VW Up!, novo Ford Ka e Uno com inédito propulsor tricilíndrico da Fiat.
Fechamento 2013: produção e nacionais em alta, importados e 1.0 em queda
Crescimento? E por falar em previsões para este ano, a Anfavea seguiu com o discurso otimista que reinou durante 2013 inteiro. O presidente da entidade, Luiz Moan, projetou aumento de 0,7% na produção e 1,1% nos licenciamentos do mercado interno. Não é o que preveem os lojistas, que afirmam que caso as vendas se mantenham estáveis já será uma vitória. Afinal, 2014 começa com IPI mais alto, terá menos dias úteis que o ano passado, uma Copa do Mundo no Brasil e ainda outra subida do IPI prevista para o final de junho. Não queremos ser pessimistas, mas vale lembrar que Moan defendeu até o fim um crescimento de 1 a 2% nas vendas totais de 2013, e o resultado final foi uma queda de 0,9%...

Fechamento 2013: produção e nacionais em alta, importados e 1.0 em queda

Foto de: Daniel Messeder