Nova fábrica de motores da Ford vai produzir o 1.0 mais potente do mercado

Nesta quarta-feira, (09), a Ford inaugurou a nova fábrica para produzir o motor 1.0 3C Duplo Comando Flex, que vai marcar presença nas versões hatch e sedã futuro Ka, que chega às lojas no final do primeiro semestre. Construída no Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari (BA), a nova fábrica está entre as mais modernas do mundo e conta com equipamentos de última geração. Fruto de investimentos de mais de R$ 400 milhões, que foram destinados também ao projeto do novo motor, a nova unidade gerou 300 empregos diretos. "A Fábrica de Motores de Camaçari faz parte da mais rápida e mais ambiciosa expansão da manufatura global da Ford nos últimos 50 anos", diz John Fleming, vice-presidente executivo de Manufatura Global e Relações Trabalhistas. "A Ford está realizando este ano a sua sequência mais agressiva de lançamento de produtos, com a introdução de 23 novos veículos globalmente. Essa fábrica de motores vai ajudar a apoiar a nossa estratégia de crescimento nas áreas de manufatura e produto". Com capacidade instalada para 210.000 motores por ano, a fábrica opera com cerca de 40 robôs e carregadores automáticos de peças. Além disso, a linha opera com índice elevado de automação e um dos destaques é o fato da unidade possuir 100% de seus equipamentos conectados via wi-fi à uma central de gerenciamento. Essa inteligência permite o monitoramento online da produção, da qualidade e da manutenção das máquinas e ferramentas.
Nova fábrica de motores da Ford vai produzir o 1.0 mais potente do mercado
Mais potente e mais econômico Logo após a inauguração, a Ford apresentou o novo motor chamado Ford 3C Duplo Comando Flex. Baseado no famoso EcoBoost, o três cilindros aspirado da Ford traz boas novidades técnicas. Entre os destaques estão o duplo comando variável Ti-VCT, balanceamento para redução de ruídos e vibrações, queima otimizada de combustível e menores perdas pelo escapamento. Além disso, a Ford promete que o motor será referência em consumo no segmento, mas os dados ainda não divulgados pois aguardam homologação pelo Inmetro. Com 85 cv de potência com etanol e 80 cv com gasolina, ele chegará como o mais potente do segmento. Outro detalhe importante é a taxa de compressão 12:1, mais propícia para o etanol. A marca frisa que ele possui ainda melhores curvas de torque e potência que os demais 1.0 três cilindros do mercado (VW e Hyundai). Produzido com cabeçote em alumínio e coletor de escape integrado, ele terá o bloco feito em ferro fundido. Embora tenha se tornado cada vez mais comum o uso do alumínio, a Ford adotou o bloco de ferro para este tipo de motor devido a maior resistência do material.
Nova fábrica de motores da Ford vai produzir o 1.0 mais potente do mercado
Entre outras soluções adotadas estão: bobinas individuais, velas centralizadas, Ford Easy Start (dispensa o tanquinho) e correia dentada banhada em óleo, que dispensa a troca durante a vida útil (210.000 km).

Nova fábrica de motores da Ford vai produzir o 1.0 mais potente do mercado

Foto de: Julio Cesar