Tapetão automotivo: pressão deve garantir airbags e ABS obrigatórios em 2014

A novela em torno da obrigatoriedade de freios ABS e duplo airbag para todos os veículos fabricados no Brasil a partir de 2014 deve ganhar um final feliz, ou melhor, mais seguro. Uma reunião nesta terça-feira (17) selaria um novo cronograma do programa como resultado da pressão do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, mas fontes do governo diretamente ligadas ao caso garantem que não haverá prorrogação. Na semana passada, a reportagem do CARPLACE destacou que as montadoras chamadas “newcomers” (Renault/Nissan, Toyota, Honda, Peugeot/Citroën, entre outras) se posicionaram de forma contrária à possível prorrogação. Algumas relataram que tal decisão poderia resultar até mesmo no cancelamento de investimentos já anunciados, citando o fato de o governo mudar as regras durante o jogo, afetando todo o planejamento dos últimos anos. Em entrevista ao CARPLACE na semana passada, a Ford afirmou que seguiria com a inclusão de duplo airbag e freios ABS em 100% de seus automóveis mesmo se o governo prorrogasse a obrigatoriedade. Segundo um executivo, a montadora segue um plano global que envolve, entre outros itens, um índice de segurança mínima oferecida em seus modelos. Para amenizar o impacto nos preços, apesar deste reajuste já ter sido aplicado ao longo deste ano na grande maioria dos modelos, o governo irá reduzir o Imposto de Importação de peças e equipamentos relacionados aos itens de segurança em 2%. Vamos aguardar nesta terça-feira (17) o posicionamento oficial por parte do Governo Federal.