Nissan pode deixar de patrocinar Vasco da Gama por violência em estádio

O assunto está em pauta na imprensa esportiva: preocupada em ter sua imagem ligada à violência das torcidas no lamentável episódio da Arena Joinville (SC) no dia 8 de dezembro, a Nissan deve retirar seu patrocínio ao Vasco da Gama. A decisão teria vindo da matriz da montadora, horrorizada com as imagens que ganharam o mundo após o jogo Vasco x Atlético Paranaense pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013 - partida que resultou na queda do clube carioca para a Série B do Brasileirão. A Nissan patrocina o Vasco desde julho com um contrato de 7 milhões de reais por ano, que deveria vigorar por mais três temporadas. Procurada, a marca japonesa revelou que ainda não há nada oficial a respeito deste assunto. Além de poder perder o dinheiro do patrocínio e cair para a segunda divisão, o Vasco também terá de pegar R$ 80 mil e perderá oito mandos de campo devido à multa aplicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Como diria um famoso narrador esportivo, "que fase..."