Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport

Se a primeira impressão é a que fica, a Jeep pode esperar grande sucesso para o novato Renegade. Mostrado no Salão já nas versões produzidas em Goiana (PE), o modelo surpreende pelo acabamento e recheio mesmo no pacote de entrada. O Renegade brasileiro chega às lojas em março de 2015 com três versões de acabamento: Sport, Longitude e Trailhawk. Motores serão o conhecido 1.8 E-Torq da Fiat e um 2.0 turbodiesel de 170 cv para os modelos 4x4, que será oferecido nas três configurações – ou seja, será possível ter um Sport a diesel, por exemplo. Já o 1.8 existirá apenas nas duas primeiras versões, tendo como opção o câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades. O 2.0 a diesel trará exclusivamente a nova transmissão de nove marchas e tração integral.
Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport
A Jeep ainda não fala em preços, mas pelo que apuramos a aposta da FCA (Fiat-Chrysler) será altíssima: a estimativa é que a gama varie de R$ 65 mil a R$ 105 mil, com vendas previstas de 6 mil a 7 mil carros por mês. Tal volume permitiria ao modelo assumir a liderança da categoria, desbancando até o eterno líder EcoSport.
Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport
Ao vivo, o Renegade nacional surpreende: a montagem e o acabamento são muito bem feitos desde o modelo básico, com peças de encaixes justos e painel de espuma injetada, macio ao toque. Os bancos de tecido têm boa aparência e tato, bem como as maçanetas e o pomo da alavanca de câmbio metalizados. Há detalhes que remetem ao velho Jeep Willys, como a “carinha” dele aparecendo nas saídas dos alto-falantes e nas lanternas, além da inscrição "since 1941" no painel.
Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport
Desde a versão de entrada haverá freio de estacionamento eletrônico (por botão), controle de estabilidade, controlador de velocidade automático, comandos do som no volante e central multimídia com GPS e tela sensível ao toque. Os modelos mais caros incluem ainda teto-solar duplo, bancos de couro (o do motorista com ajuste elétrico) e uma central multimídia mais completa e com tela maior.
Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport
Além de bem acabado e recheado, o Jeep compacto oferece espaço interno confortável para quatro adultos (me acomodei bem no banco traseiro com meu 1,78 m) e porta-malas razoável – um pouco raso por conta do estepe de tamanho integral. A se confirmarem os preços estimados, o Renegade tem tudo para mexer com o mercado.

Veja a galeria de fotos do novo Jeep Renegade:

Salão SP: Jeep Renegade nacional terá volume para bater o EcoSport

Foto de: Daniel Messeder