Segredo: inédita picape média da Fiat começa a ser revelada

Após a revelação do Jeep Renegade e a confirmação de que ele será o primeiro modelo fabricado em Goiana (PE) a partir de março de 2015, os demais projetos previstos para a nova fábrica da FCA (Fiat-Chrysler) no Brasil começam a ganhar contornos: são eles a inédita picape média, que estampará a marca Fiat, e um SUV de sete lugares que levará o logotipo Jeep. Em mais uma parceria com a revista Motor Show, que mostra as duas novidades na capa da edição de abril, CARPLACE adianta o que esperar dos novos utilitários. Stradão Quando nasceu o projeto da picape média, ela poderia ganhar vida com a marca Dodge ou RAM, também pertencentes ao grupo. Mas a FCA achou por bem lançá-la como Fiat devido ao estrondoso sucesso da Strada (hoje brigando pela liderança total de vendas no país) e ao know-how aprendido com o desenvolvimento da picapinha derivada do Palio durante todos esses anos. Tanto que a nova picape média será completamente diferente de tudo que já se viu por aí em projetos semelhantes. Inovador mesmo: em vez de um pesado chassi de longarinas, motor longitudinal, eixo cardã e suspensão traseira por eixo rígido com feixe de molas, a nova Fiat terá estrutura de carro de passeio. A plataforma será monobloco, mas devidamente reforçada com longarinas, enquanto o motor terá posição transversal e a tração, acredite, será dianteira - com opção de 4x4 acionando o eixo traseiro nas versões top.
Segredo: inédita picape média da Fiat começa a ser revelada
Já a suspensão terá construção independente nos dois eixos, complementando um conjunto que promete dirigibilidade muito próxima a de um carro de passeio. Quem já guiou uma das "mulas" (protótipos que usam partes de carroceria de outros carros) que rodam em testes Brasil afora garante que a dinâmica é muito superior à de picapes como S10, Ranger e Hilux. Afinal, o modelo da Fiat tem porte um pouco menor, peso significativamente inferior e seu centro de gravidade é bem mais baixo. O assoalho baixo, aliás, facilitará (e muito) o acesso à cabine, além de ampliar o conforto interno, por eliminar aquela incômoda posição de joelhos levantados típica do banco traseiro de picapes médias. Mas nem por isso a altura em relação ao solo será menor que nas rivais, pois não haverá o ressalto do diferencial traseiro para atrapalhar a sobreposição de obstáculos. Em termos de motorização, estão sendo testados um 2.4 Flex com cabeçote MultiAir, com aproximados 186 cv e 24,4 kgfm de torque, e um 2.0 Multijet turbodiesel com estimados 170 cv e 35,7 kgfm de torque. Ambos os propulsores serão acoplados à nova transmissão automática de nove marchas da ZF (já usada no Range Rover Evoque), mas também existirá um câmbio manual de seis marchas nas versões mais simples. A tração, como já dito, será dianteira nos modelos 4x2, com opção de 4x4 em algumas versões. Além de toda a inovação no projeto da picape, o grande pulo do gato se dará no preço final. Por conta da plataforma monobloco e do porte inferior ao das rivais, estima-se que a cabine dupla da Fiat custe de 10% a 15% menos que uma S10 ou Ranger em versão equivalente, por exemplo. "O design será arrojado e esportivo", antecipa uma fonte ligada à marca. Nesta projeção, ainda não definitiva, você pode ter uma ideia do que a Fiat está preparando. A produção está programada para começar em novembro de 2015, com chegada às lojas no começo de 2016. Jeep para sete Na esteira do projeto da picape, nascerá um novo SUV de sete lugares. Com o mesmo conceito de plataforma monobloco e compartilhando os motores 2.4 flex e 2.0 diesel (além da transmissão automática de nove marchas), o jipão terá o start de produção no primeiro semestre de 2016. Mas, diferente da picape, ele terá design todo próprio e será vendido com a marca Jeep - como irmão maior do Renegade.
Segredo: inédita picape média da Fiat começa a ser revelada
De acordo com a Motor Show, o SUV vai reeditar o nome Grand Wagoneer (um SUV norte-americano nascido nos anos 1960) e terá capacidade para até sete ocupantes. Ao que parece, tem tudo para tomar o lugar da dupla importada Freemont/Journey na faixa dos R$ 100 mil. É esperar para ver!

Segredo: inédita picape média da Fiat começa a ser revelada

Foto de: Daniel Messeder