Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local

Último modelo a vestir a atual identidade visual da Volkswagen, a nova Saveiro chega com algumas melhorias técnicas por um preço pouco acima da versão anterior. Segunda colocada em vendas de um segmento que só existe no Brasil, a picapinha carrega o DNA da marca alemã e mantém seus atributos (e pontos a melhorar). A versão renovada da picape foi apresentada na última quarta-feira (19) na Praia do Forte (BA), onde pudemos conhecê-la em detalhes e acelerá-la pelas estradas da região. O que é? A Saveiro 2014 encerra o ciclo de atualização da linha Volkswagen. Com exceção do Golf brasileiro, que deve ganhar nova geração em breve, agora todos os carros da linha vendidos aqui carregam o atual estilo da Volks. O traço mais evidente da mudança são os novos faróis, que acompanham o visual mais retilíneo da grade também redesenhada (que recebe o logotipo "Cross" na versão topo de linha). O para-choque dianteiro também foi ligeiramente modificado, com uma “musculatura” adicional nas extremidades, deixando o aspecto mais robusto - algo desejável em uma picape. Também são novos o capô e os para-lamas frontais.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
Entre as novidades "invisíveis" está a nova arquitetura eletrônica introduzida no Gol, Voyage e Fox. Com ela, foi possível adicionar alguns dispositivos como o ESS (Emergency Stop Signal), que faz as luzes de freio piscarem quando o sistema é acionado de forma brusca. Há também o Comfort Blinker (leve toque na alavanca que aciona a seta por três vezes) e um sistema detector de colisões que, após um acidente, aciona automaticamente o pisca-alerta, a luz interna e destrava as portas. Novidade também é o Eco Comfort, item integrado ao computador de bordo (I-system) que ajuda o motorista a economizar combustível com algumas dicas. Ele avisa, por exemplo, para fechar as janelas quando o ar-condicionado estiver ligado ou não acelerar quando o câmbio estiver em ponto morto.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
Além disso, a Saveiro ganhou um novo sistema de som, que repete as informações na tela do I-system. Já os grandes faróis auxiliares da versão Cross têm dupla função: neblina em luz baixa e longo alcance em alta. Como anda? Se a Saveiro deu ma uma renovada no estilo, o mesmo não pode ser dito da dirigibilidade. Não que o modelo desagrade, pelo contrário, mas é que já passou da hora de a VW oferecer mais opções de motor para a picape - principalmente quando observamos que a líder Fiat Strada tem versões 1.4, 1.6 e 1.8, com potências entre 88 e 132 cv. Já a picapinha da VW segue com o velho 1.6 VTH de 104 cv com etanol, que até agrada pela oferta de força em baixas rotações, mas deixa a desejar em alta, além de ter funcionamento um tanto áspero. Por outro lado, o câmbio MQ200 continua a ser destaque pelos engates precisos e fáceis.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
A direção hidráulica está bem calibrada, mas a coluna de direção poderia ter pelo menos o ajuste de altura a partir da versão Tropper. O nível de ruído está dentro da média e não incomodou, mesmo em velocidades de cruzeiro entre 100 e 120 km/h. Outro ponto positivo vem da suspensão, que a marca afirma ter sido recalibrada nesta nova versão. A Saveiro parece mais firme e sob controle. Houve ganho na estabilidade e, nos pisos irregulares, a picape filtrou bem os percalços do caminho. Só faltou avaliar o modelo com a caçamba cheia.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
Quanto custa? De série, as versões de entrada cabine simples e cabine estendida oferecem rodas de ferro aro 14, tampa da caçamba com amortecedor, ajuste de altura do banco do motorista, travamento central e vidros elétricos. Na versão intermediária Trooper estão presentes os duplo airbag, freios ABS, rodas de liga leve aro 15, I-system, faróis com máscara negra, santantônio entre outros. Retrovisores elétricos, ar condicionado, aquecimento e bancos de couro são opcionais.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
Na top Cross estão disponíveis ar condicionado, rodas de liga aro 15 com desenho diferenciado, luzes de direção nos retrovisores, sensor de estacionamento traseiro, capota marítima, faróis auxiliares de dupla função (longo alcance e neblina) e direção com ajuste de altura e profundidade. Revestimento em couro, som com entrada USB, Bluetooth e i-Pod e volante multifuncional são opcionais. Sem oferecer um pacote de equipamentos vistoso, a Saveiro tem preços que poder ser considerados salgados, principalmente na versão Tropper. Custa R$ 43.990 e não traz sequer ar-condicionado de série. A Cross, modelo mais caro, sobe para R$ 48.990. Mesmo assim, a marca estima que 30% das vendas sejam da desta versão, focada no público jovem que quer um visual mais agressivo e não se preocupa tanto com o preço.
Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local
Preços: - Saveiro 1.6 cabine simples – R$ 33.490 - Saveiro 1.6 cabine estendida – R$ 36.610 - Saveiro 1.6 Trooper – R$ 43.990 - Saveiro 1.6 Cross – R$ 48.990 Ficha Técnica Motor: 1.6 8V flex Potência: 104/106 cv (gasolina/etanol) Torque: 15,4/15,6 kgfm Transmissão: manual de cinco velocidades Direção: assistência hidráulica Carga útil: 715 kg Freios: dianteiro - disco ventilado; traseiro - tambor (ABS opcional) Peso: 1.020 kg Dimensões: comprimento 4.493 mm, largura 1.708, altura 1.497 mm, distância entre-eixos 2.750 mm. Por Júlio César, de Praia do Forte (BA) Viagem a convite da Volkswagen

Volta rápida: nova Saveiro tem design global e desempenho local

Foto de: Julio Cesar