Inmetro planeja certificar sistema Isofix de cadeirinhas infantis

O Inmetro anunciou uma consulta pública com o objetivo de incluir o sistema Isofix na certificação compulsória das cadeirinhas infantis ou bebês conforto para automóveis. De acordo com a entidade, a portaria estará aberta à opiniões da sociedade durante 60 dias e caso seja aprovada se tornará obrigatória, sendo oferecido o prazo de 12 meses para fabricantes e importadores se adequarem às novas regras. Apesar de proporcionar mais segurança que o cinto, o Isofix ainda é pouco usado no Brasil.
Inmetro planeja certificar sistema Isofix de cadeirinhas infantis
“Reconhecendo a eficácia do sistema Isofix, como consequência dos estudos desenvolvidos, o Inmetro decidiu aperfeiçoar o programa de certificação de cadeirinhas, incluindo o item e permitindo o uso alternativo dos dois sistemas de fixação. Atualmente, existem no mercado nacional cinco modelos de cadeirinhas com Isofix. Cerca de 5% dos modelos de veículos no mercado nacional dispõem deste sistema de ancoragem”, declarou Alfredo Lobo, diretor de Avaliação da Conformidade do Inmetro.
Inmetro planeja certificar sistema Isofix de cadeirinhas infantis
Considerado o sistema mais seguro do mundo para fixação de cadeirinhas e assentos infantis, o Isofix é diretamente conectado à estrutura do veículo por meio de dois ganchos em formato de "U" invertido, lado a lado, em geral na base de cada assento lateral do banco traseiro. Na Europa o recurso está presente na maioria dos veículos e na Argentina será obrigatório a partir de 2016.

Inmetro planeja certificar sistema Isofix de cadeirinhas infantis

Foto de: Dyogo Fagundes