Onix e Prisma chegam mais equipados e mais baratos na Argentina

Onix e Prisma chegam mais equipados e mais baratos na Argentina
A Chevrolet leva para a Argentina os novos Onix e Prisma. Produzidos em Gravataí, no Rio Grande do Sul, os modelos chegam ao país vizinho munidos de mais equipamentos de série e, curiosamente, custando bem menos que as versões correspondentes vendidas no Brasil. A diferença de preço em alguns casos pode chegar a até R$ 9.590. Para começar, o motor 1.0 das versões de entrada vendidas no mercado brasileiro foi dispensado e apenas o bloco 1.4 é oferecido. No caso do Onix, a opção mais barata é a LT, que tem preço sugerido de 83.500 pesos (32.300 reais) e já traz de série ar-condicionado e o sistema multimídia MyLink. No Brasil, a mesma configuração custa R$ 36.190 e oferece tais equipamentos apenas como opcionais (o que eleva o preço para R$ 39.490). A versão top LTZ apresenta uma diferença ainda maior: custa 91.000 pesos (35.200 reais) para os hermanos e R$ 43.090 para os brasileiros.
Onix e Prisma chegam mais equipados e mais baratos na Argentina
Os preços do Prisma também não são muito diferentes. Assim como no hatch, a versão de entrada LT sai de fábrica equipada com ar-condicionado e MyLink e custa 86.500 pesos (cerca de R$ 33.500 reais). No Brasil, mesmo com a ausência deste itens, que novamente são opcionais, o mesmo modelo é vendido por 42.390 reais. A configuração mais cara LTZ, que lá sai por 94 mil pesos (36.400 reais), é oferecida aqui por 45.990 reais - uma diferença de R$ 9.590. Assim como no Brasil, freios ABS e duplo airbag vêm de série em todas as versões.

Onix e Prisma chegam mais equipados e mais baratos na Argentina

Foto de: Dyogo Fagundes