Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016

Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
O lançamento do novo Sentra marca uma nova fase para a Nissan do Brasil. Não somente pelo carro, mas por ser o primeiro modelo a chegar com a marca alocada em seu novo escritório, no centro do Rio de Janeiro. É o segundo passo da "nacionalização" da empresa, que começou com a produção da Frontier na fábrica da Renault no Paraná e, em 2015, seguirá com a inauguração da planta de Resende (RJ), onde serão feitos March, Versa e o futuro SUV compacto desta plataforma. Mas as novidades começam desde já: o novo slogan, "Innovation that excites", chega acompanhado de novas ações de marketing para aproximar a marca do público brasileiro, como o patrocínio de clubes de futebol (Vasco) e escolas de samba (Salgueiro). Além disso, a Nissan é patrocinadora oficial das Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.
Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
Com a nova campanha, a marca promete atrações inéditas também em termos de produtos. Num vídeo institucional apresentado aos jornalistas durante o lançamento do novo Sentra, na noite desta segunda-feira (14), modelos como Note e Juke aparecem como promessas de lançamento para breve. Pelo que apuramos, o primeiro está confirmado para o lugar do Livina, entre 2014 e 2015, com uma pegada mais próxima do Honda Fit, de olho tanto nos consumidores de monovolumes quanto nos de compactos "premium". O motor deverá ser o mesmo 1.6 16V flex usado pela dupla March/Versa. Já o descolado Juke, crossover de sucesso na Europa, está em estudos para ser importado da Inglaterra. Hoje, ficaria numa faixa de R$ 90 a R$ 100 mil na versão com motor 1.6 turbo de 190 cv e câmbio automático CVT.
Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
O Juke ocuparia a vaga logo acima do futuro SUV compacto que será produzido em Resende numa segunda etapa - após March e Versa. O jipinho, que foi antecipado pelo conceito Extrem no Salão de São Paulo do ano passado, terá desenho bastante arrojado e bastante inspirado no do protótipo, embora com quatro portas e sem os exageros típicos de show-car. Com preços entre R$ 50 mil e R$ 60 mil, deve chegar em 2015 para entrar no disputado segmento do EcoSport, que até lá terá diversas novidades.
Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
Quanto ao futuro March nacional, a Nissan revelou que fabricará duas versões do modelo por aqui: uma com a cara do atual mexicano e a nova, reestilizada e com interior mais refinado e equipado. A ideia é ter no modelo "antigo" uma opção mais barata como carro de entrada, somente com motor 1.0 16V, e o novo numa faixa superior - como acontece na Fiat com Palio Fire e novo Palio, por exemplo. O Versa, por sua vez, chegará somente no modelo atualizado, por atuar num segmento acima.
Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
Com a fábrica fluminense em operação, fazendo 200 mil carros/ano, e mais os modelos importados, a Nissan tem como meta ser a primeira marca japonesa em vendas até 2016, com cerca de 5% de participação de mercado. O desafio começa agora com o novo Sentra e terá mais um capítulo ainda em 2013, com a chegada do Altima em novembro.
Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016
Por Daniel Messeder, do Rio de Janeiro (RJ) Viagem a convite da Nissan

Nissan ataca: Note e Juke no Brasil, March nacional com duas caras e primeira japonesa até 2016

Foto de: Daniel Messeder