Fiat: apenas 45% das concessionárias dos EUA são rentáveis

Fiat: apenas 45% das concessionárias dos EUA são rentáveis
Os concessionários da Fiat nos Estados Unidos estão bastante temerosos quanto ao futuro da marca no país. Conforme aponta a agência de notícias Automotive News, a maioria dos revendedores da gigante italiana alegam dificuldade de gerar lucro por conta da gama de veículos restrita e temem que a fusão total com o grupo Chrysler não aconteça (leia mais sobre o caso aqui). De todas as concessionárias da marca na terra do Tio Sam, apenas 45% são consideradas rentáveis.
Fiat: apenas 45% das concessionárias dos EUA são rentáveis
Segundo a maioria dos donos de concessionárias, o compacto 500, carro chefe da marca, tem alcançado resultados bastante satisfatórios no mercado (vendendo até mais que alguns rivais da Mini), mas é considerado pouco rentável e sozinho não é capaz de sustentar as operações. O lançamento do 500L promete reforçar os números de vendas, mas o desejo dos revendedores é contar com uma gama infinitamente maior, incluindo modelos da Alfa Romeo. A Fiat diz que um novo modelo segue em desenvolvimento e está sendo projetado para que os concessionários possam dar "um próximo passo". A expectativa, porém, é que ele chegue ao mercado apenas em 2015. A fusão total com a Chrysler é vista como uma forma de a fabricante italiana se sentir mais forte para investir nos EUA, mas até que isso aconteça, os revendedores terão que se contentar apenas com o 500 e o 500L.

Fiat: apenas 45% das concessionárias dos EUA são rentáveis

Foto de: Dyogo Fagundes