Range Rover não dá conta de atender alta demanda do Vogue e Sport

Ter baixo desempenho no mercado é certamente uma das piores coisas que uma montadora pode esperar para um modelo. No entanto, ter vendas excessivamente aquecidas também é motivo de grande preocupação. Exemplo mais recente disso é a Land Rover, que anda enfrentando sérias dificuldades para atender a demanda pela nova geração dos Range Rover Vogue e Sport. A procura está 40% acima do programado e a fila de espera em alguns mercados chega a nove meses.
Range Rover não dá conta de atender alta demanda do Vogue e Sport
Conforme explica o portal de notícias Automotive News, o tempo de espera para receber um Range Rover (Vogue no Brasil) chega a seis meses, sendo o modelo Sport ainda mais demorado: nove meses. A maioria dos pedidos vêm da China, que tem se revelado um grande mercado para a marca. Como agravante, a Land Rover informa que não há como aumentar a produção, já que a fábrica de Solihull, no Reino Unido, trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana. Para piorar, a Ford, fornecedora de motores, não tem produzido blocos em quantidade suficiente, o que acaba atrasando a produção e ampliando a fila de espera. A expectativa da marca britânica é passar a produzir seus próprios propulsores, junto com a Jaguar, a partir de 2015.

Range Rover não dá conta de atender alta demanda do Vogue e Sport

Foto de: Dyogo Fagundes