Exclusivo: novo Corolla nacional terá estilo do europeu e câmbio CVT

Acabou o mistério: a versão brasileira do novo Corolla seguirá as linhas do modelo europeu. Foi o que CARPLACE apurou com fontes ligadas à Toyota, que também confirmaram o lançamento do modelo no país no começo de 2014 - a data mais provável é março.
Exclusivo: novo Corolla nacional terá estilo do europeu e câmbio CVT
O caminho sobre o design a ser seguido não chega a causar surpresa, uma vez que a Toyota brasileira adota a linha europeia como parâmetro (vide o novo Camry). Além disso, o novo Corolla europeu apresenta estilo mais sofisticado e ao mesmo tempo mais conservador (identificado com o consumidor brasileiro desse carro), com faróis espichados que se integram à grade cromada. Atrás, as lanternas são mais grossas e unidas por um friso cromado. Mesmo assim, o carro nacional terá alguns detalhes exclusivos. A escolha da filial brasileira tem a ver também com o posicionamento de mercado do sedã por aqui: vale lembrar que nos Estados Unidos o Corolla é um carro de entrada, mais simples e de apelo jovem. Já o europeu, assim como no Brasil, ocupa um segmento mais elitizado, principalmente em termos de preço.
Exclusivo: novo Corolla nacional terá estilo do europeu e câmbio CVT
Construído sobre uma nova plataforma, o Corolla está maior: são 4,63 metros de comprimento, 1,76 m de largura, 1,45 m de altura, 2,70 m de distância entre-eixos (o modelo atual tem 4,54 m de comprimento e 2,60 m de entreeixos). As medidas mais generosas vão garantir maior espaço interno, principalmente no banco traseiro – motivo de reclamações no carro atual. De acordo com nosso informante, não haverá mudanças nos motores. A Toyota já anunciou, inclusive, que fabricará os atuais blocos 1.8 e 2.0 VVTi do sedã (de 144 e 153 cv, respectivamente) na nova unidade que está construindo em Porto Feliz (SP) - para fazer também os propulsores 1.3 e 1.5 do Etios a partir do ano que vem.
Exclusivo: novo Corolla nacional terá estilo do europeu e câmbio CVT
Portanto, a grande novidade mecânica do Corolla ficará por conta da transmissão automática CVT, que vai substituir a antiquada transmissão de quatro marchas nas versões 2.0. A caixa CVT é basicamente a mesma que equipa o novo Rav4, com sete marchas no modo manual, mas, segundo um engenheiro da Toyota, esse câmbio trabalha com uma programação mais "esportiva" no sedã - fica a expectativa pelas borboletas na direção para trocas manuais, ausentes na versão europeia. Já o Corolla de entrada, com motor 1.8, será equipado com câmbio manual de seis marchas, mas ainda não sabemos se o CVT será oferecido também para o propulsor de menor capacidade cúbica. Ver galeria em alta resolução

Exclusivo: novo Corolla nacional terá estilo do europeu e câmbio CVT

Foto de: Daniel Messeder