Salão de Genebra: Nissan Note europeu é bem melhor que americano

A Nissan lança na Europa a segunda geração do Nissan Note, modelo derivado do conceito Invitation e que foi recentemente lançado nos EUA como Versa Note. No modelo europeu, o destaque fica por conta da linha de motores mais moderna com sistema start/stop e consumo médio de até 23,2 km/l com gasolina.
Salão de Genebra: Nissan Note europeu é bem melhor que americano
O Nissan Note tem visual simples, atual e até atrativo, levando em conta que se trata de um monovolume. O acabamento interno é sóbrio como nos modelos mais populares da marca, mas não chega a comprometer. Traz ainda itens interessantes como tela de 5,8" com o sistema multimídia Nissan Connect, que inclui todos diversos serviços de conectividade. Em relação aos equipamentos de segurança, destaque para alerta de mudança de faixa, sistema de câmeras de 360º, assistente para visualização de pontos cegos e auxiliar em manobras traseiras.
Salão de Genebra: Nissan Note europeu é bem melhor que americano
Na Europa, a linha de motores muda em relação ao Versa Note. Por lá será oferecido o moderno 1.2 três cilindros na versão aspirada de 80 cv ou 1.2 DIG-S turbo com injeção direta e 98 cv que entrega consumo médio de ótimos 23,2 km/l. Também terá uma opção a diesel, o 1.5 dCi de 90 cv, que tem consumo médio de 27,7 km/l. Todos os motores trabalham em conjunto com o sistema start/stop. Ainda não foram divulgados mais detalhes ou preços, mas as versões de acabamento continuarão com as denominações Vista, Acenta e Tekna, as mesmas utilizadas atualmente.

Salão de Genebra: Nissan Note europeu é bem melhor que americano

Foto de: Julio Cesar