Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil

Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil
Conhecemos em Paris o interessantíssimo Renault Zoe. Trata-se de um modelo compacto, de dimensões semelhantes ao do HB20, por exemplo, visual extremamento atrativo e o seu grande diferencial: totalmente elétrico.
Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil
Sim, já existem alguns modelos elétricos, inclusive alguns demonstrativos no Brasil, caso do Leaf e até o Volt, mas o Renault Zoe é uma proposta bem mais realista de um carro elétrico. O modelo mede 4,09 m de comprimento e 1,73 m de largura e o porta-malas comporta 338 litros. Já disponível na Europa, o Zoe atrai olhares pelo seu visual moderno de linhas limpas. O interior agrada pela simplicidade, e ao mesmo tempo, pela modernidade. O quadro de instrumentos, por exemplo, é totalmente digital e mostra as funções básicas durante a condução do carro, como velocidade, temperatura, nível de bateria, entre outras informações. Quando está sendo recarregado, parece um celular, exibindo o percentual da bateria em letras garrafais.
Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil
É um carro compacto que acomoda bem quatro pessoas. O seu acabamento geral é simples e bem próximo a de um carro popular brasileiro. Sim, é isso mesmo, o acabamento está no mesmo patamar de um Gol, por exemplo. Neste quesito, o plástico rígido no painel e nas laterais das portas é apenas um detalhe perante toda a tecnologia que o carro oferece. O Renault Zoe estará disponível em três versões de acabamento: Life, Zen e Intens. O Renault Zoe é impulsionado por um motor elétrico que gera 88 cavalos de potência e 22,4 Kgf/m de torque que possibilitam ao modelo atingir velocidade máxima de 135 km/h. Segundo a Renault, a autonomia é de 150 quilômetros e o tempo de recarga varia entre 30 minutos e 9 horas. Pode ser não ideal para uma viagem de longa distância, mas o imagine no seu cotidiano, o utilizando para ir ao trabalho, ao supermercado. A grande maioria das pessoas não utilizará nem 50% desta autonomia durante um dia, ou seja, a bateria não será esgotada completamente e o tempo de recarga (e custo) serão quase sempre bem menores.
Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil
Para otimizar ainda mais o uso da energia das baterias, o Zoe é equipado com o sistema chamado Range Optimizer, que melhora a autonomia real através de três inovações tecnológicas: sistema recuperação de energia dos freios, bomba de aquecimento (que permite alterar a temperatura do interior sem consumir muita energia) e pneus Michelin de alto desempenho energético. Na França, o Renault Zoe já pode ser encomendado com preços de 15.700 euros (R$ 41.220) na versão Life e 17.500 euros (R$ 45.946) para as versões Zen e Intense, já considerando o subsídio de 5.000 euros do governo. Sobre o Renault Zoe no Brasil? Seria realmente interessante, mas sem incentivos do governo, é algo ainda bem distante.

Renault Zoe: Conhecemos o compacto elétrico que ainda está distante do Brasil

Foto de: Fábio Trindade