Volkswagen comemora 59 anos de Brasil com números respeitáveis

A data de hoje (23/03) marca um momento histórico para a Volkswagen do Brasil. Há exatos 59 anos a montadora alemã iniciava as suas operações no país em um pequeno armazém alugado no bairro do Ipiranga, em São Paulo (SP). Desde então a marca registrou números respeitáveis. Em suas três unidades fabris – São Bernardo do Campo e Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR) – já foram produzidas mais de 19 milhões de unidades, das quais mais de 2,8 milhões foram exportadas para mais de 60 países, o que transformou a VW em líder no setor. Lançado em 1980, o Gol é o maior sucesso comercial da marca no país, com quase 7 milhões de unidades produzidas, das quais mais de 5,8 milhões foram vendidas no mercado interno. Em 2003 o modelo foi o primeiro veículo a utilizar a tecnologia flex. A injeção eletrônica, introduzida no Gol GTi em 1988, foi outra inovação trazida pelo campeão de vendas nos últimos 25 anos. É impossível deixar de falar do Fusca - que saiu de linha em 1996 após ter a produção retomada em 1993, por sugestão do então presidente da república, Itamar Franco - e suas impressionantes 3,3 milhões de unidades vendidas em sua história. A veteraníssima Kombi, produzida há 55 anos, chegou ao marco de 1,5 milhões de unidades em 2011, enquanto o Voyage ultrapassou a barreira de 1 milhão de unidades no início de 2012. A história relembra ainda que em 1987, na tentativa de reduzir custos e alcançar um melhor aproveitamento dos recursos, a VW se juntou à Ford criaram a Autolatina. A associação, responsável por produtos como o Apolo, o Logus e o Pointer (VW), e o Verona, o Versailles e o Royale (Ford), desapareceu em 1994 com a abertura da economia. Para Thomas Schmall, presidente da marca no país, "a história da Volkswagen no Brasil reflete o nosso compromisso com o desenvolvimento do País. Em seus 59 anos a empresa, para orgulho de seus mais de 23 mil funcionários, se tornou a maior produtora e maior exportadora de veículos do Brasil, com uma linha de produtos que faz parte da vida e do coração dos brasileiros, como é o caso do Gol, que há 25 anos consecutivos é o carro mais vendido no País”. Ainda de acordo com Schmall “o sucesso da Volkswagen só foi possível graças aos trabalhadores de nossas fábricas, rede de concessionárias e, acima de tudo, à preferência dos nossos clientes, que ao longo desses anos adquiriram quase 20 milhões de veículos, sempre confiando na marca Volkswagen". A VW conta hoje com mais de 24 mil colaboradores nas 03 fábricas de veículos e na fábrica de motores em São Carlos (SP) e possui mais de 600 concessionárias espalhadas em todo o Brasil. Em 2011 a marca fechou na vice-liderança de mercado – a Fiat garantiu a ponta graças a 754.212 unidades comercializadas -, com 698.326 unidades e 20,39% de participação entre automóveis e comerciais leves, e foi a única das quatro principais fabricantes a registrar crescimento na comparação com 2010 (+0,2%). Por Thiago Parísio / Fonte: Volkswagen do Brasil

Volkswagen comemora 59 anos de Brasil com números respeitáveis

Foto de: Thiago Parísio