Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil

A Honda Automóveis do Brasil abriu as portas de sua planta industrial localizada na cidade Sumaré, interior de São Paulo, para mostrar para a imprensa especializada que já se recuperou completamente do ano atípico resultado das catástrofes no Japão, e em seguida, na Tailândia. À convite da Honda, o CARPLACE esteve na unidade conferiu de perto não apenas a recuperação, mas sim um exemplo de evolução.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
No ano passado, no período seguinte às catástrofes da Ásia, a Honda do Brasil se viu obrigada a reduzir a produção de carros devido à falta de alguns componentes vindos do Japão e da Tailândia. Inevitavelmente, precisou dispensar funcionários e eliminar o terceiro turno de produção.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Agora, a Honda mostrou a capacidade japonesa de recuperação. A fábrica de Sumaré com os processos ainda mais otimizados, neste ano já produz a mesma quantidade de carros com um detalhe: utiliza apenas dois turnos de produção. Atualmente saem da linha de montagem 525 carros. Com a utilização de duas horas extras por dia, o total chega a 595, mas a empresa ainda destaca que pode chegar a 630 unidades, divididas entre os modelos Fit, City e Civic.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Na unidade, instalada em uma área total de 1,7 milhão de m2 sendo 168.000 m2 de área construída, trabalham 3.166 funcionários diretos, sendo que deste total, 10% são mulheres e exercem funções estratégicas em todo o processo. O Processo de Produção Em diversos eventos era comum o questionamento de quais partes dos carros da Honda são feitos no país. O convite da Honda serviu exatamente para responder esta pergunta, principalmente neste momento em que o nível de nacionalização dos carros é assunto recorrente e impacta diretamente na incidência de IPI. Segundo Alfredo Guedes Júnior, engenheiro mecânico e supervisor de assuntos institucionais, o Civic possui índice de nacionalização de 70% a 80%, enquanto os modelos City e Fit já atingem a marca de 80%.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
A visita deixou bem claro este nível. De início, visitamos a área de produção de partes plásticas, a qual dispõe de injetoras de alta pressão que transformam os polímeros plásticos em peças completas, como partes do painel, para-choques, revestimentos das portas, grade dianteira entre as principais. Seguindo o fluxo, conhecemos o processo que faz a junção por atrito de peças plásticas conjugadas, como o painel completo, por exemplo.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Na sequência foi a vez de conferir o processo de pintura dos para-choques. A primeira parte do processo é a limpeza completa da peça, eliminando qualquer impureza que possa prejudicar a pintura. Totalmente automatizado, robôs iniciam o processo aplicando a base (primer), em seguida a pintura em si e numa terceira etapa, o verniz conclui o processo. Em alguns pontos, especialistas certificam o trabalho dos robôs para não haver surpresas na linha de montagem. Cerca de 90% das peças pintadas não precisam de nenhum ajuste.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Outro setor interessante é o de fundição e usinagem. Lá são produzidos os blocos e cabeçotes dos motores para os três modelos. O que chamou muito a atenção neste processo é a utilização do alumínio líquido (recebido neste estado do distribuidor) que é injetado nos moldes sob alta, no caso dos blocos, e em baixa no caso dos cabeçotes. A partir deste ponto as peças partem para a usinagem, onde recebem o trabalho de ajuste fino (fresa, retífica e acabamento), também realizado por máquinas computadorizadas. Infelizmente, não vimos o processo de montagem completa do motor.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Seguindo a visita, conhecemos o frenético setor de logística, responsável por receber peças dos fornecedores locais e do exterior e organizá-las de forma a abastecer a linha de montagem com precisão. Segundo a Honda, as peças importadas são provenientes dos Estados Unidos, Japão e Tailândia.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
A próxima área visitada foi a de montagem. O carro nasce com o assoalho, o qual vai recebendo as primeiras peças estruturais. Em seguida, o carro ganha forma com a montagem, como um lego, das laterais e teto, e seguindo, mais soldas. Capô e tampa do porta-malas são as duas últimas peças antes da pintura. Voltando à linha de montagem, são inseridas as fiações, carpetes, revestimentos na parte interna, enquanto outra equipe adiciona a suspensão e rodas. Num elevador, o carro ganha o conjunto motor e câmbio. A linha segue de modo sincronizado recebendo as últimas peças, bancos, vidros e as portas.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Com o carro praticamente pronto, uma bateria de testes é realizada antes de sair da esteira de montagem. No fim da linha, com o carro já ligado, passa pelo chamado Shower Test, uma ducha que atinge 100% do carro para verificação de possíveis infiltrações. Depois de concluído o processo, 100% dos carros passam por um pista de testes.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Todo o processo de produção de um carro leva 13 horas e meia. Centro de Treinamento
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
Além de otimizar os processos do processo produtivo, a Honda também realiza grandes investimentos para o treinamento e capacitação dos técnicos que prestarão atendimentos à veículos e também motocicletas. A empresa possui um Centro de Treinamento junto à fábrica em Sumaré, SP, e outro em Recife, PE. Na unidade de São Paulo, o Centro também atende a funcionários de outras unidades da América Sul, principalmente em relação à novos lançamentos (carros e motos).
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
A infra-estrutura é completa, com salas de aulas tradicionais, salas para estudo via e-learning (web), laboratórios de metrologia e de pintura, mecânico, além de motores, circuitos elétricos, carros e motos.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
O Centro também serve como apoio para adequação do nível de técnico de concessionários autorizados. Quando detectado que uma unidade não está oferecendo um atendimento em tempo e qualidade adequados, os técnicos passam por um intensivo no Centro de Treinamento ou até mesmo na concessionária.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
As otimização do processo de produção e a ampliação do Centro de Treinamento são frutos de um ciclo de investimentos de US$ 1 bilhão que terminará em 2014.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
A unidade de Sumaré chegará a dois marcos importantes este ano: chegará à marca de 1 milhão de unidades produzidas, provavelmente em agosto, e completará 15 anos em outubro. Em 1997 a Honda iniciou no local a produção do Civic, em 2003 foi a vez do Fit e a partir de 2009 o sedã City.
Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil
De acordo com a marca, caso a demanda aumente, poderá implantar novamente o terceiro turno e/ou deslocar a produção do City para a Argentina. Galeria de Fotos: Fábrica da Honda Automóveis do Brasil

Conheça um pouco da fábrica da Honda Automóveis do Brasil

Foto de: Fábio Trindade