BMW vai pagar multa de US$ 3 milhões por demora em relatar problemas de segurança nos Estados Unidos

A BMW terá que pagar US$ 3 milhões em multas pela sequência de alegações por parte da NHTSA - National Highway Traffic Safety Administration de que a montadora não conseguiu relatar problemas de segurança de determinados veículos para a agência em tempo hábil. É a segunda maior multa aplicada pela NHTSA desde 1999, segundo os registros da agência. A NHTSA afirmou que uma investigação em Dezembro de 2010 examinou 16 unidades BMW reparadas naquele ano. A agência afirmou ter encontrado evidencias de que em algumas situações a BMW não reportou um defeito de segurança dentro dos cinco dias úteis e onde também não foram relatados detalhes importantes. "É fundamental para a segurança das pessoas que os defeitos e os recalls sejam relatados num curto espaço de tempo", disse o Administrador da NHTSA David Strickland. "A NHTSA espera que todos os fabricantes tratem as de questões de segurança automotiva com rapidez e de forma objetiva." Sob a lei federal, as montadoras devem notificar o governo dentro de cinco dias úteis após tomar conhecimento de um defeito de segurança e informar ocorrências relevantes. Um porta-voz da BMW disse que em todos os casos em que encontraram defeitos, foram realizados os recalls. As multas serão recolhidas ao Fundo Geral do Departamento do Tesouro Americano. Fonte: InautoNews