Renault Wind vende abaixo do esperado e pode sair de linha em breve

Há pouco mais de um ano no mercado, o conversível Wind, da Renault, deverá sair de linha em breve. Segundo declarou nesta semana o vice-presidente de vendas da marca, Jerome Stoll, as vendas do pequeno descapotável não corresponderam às expectativas e seu futuro "não é nada extraordinário". Ainda de acordo com Stoll, as vendas do Wind foram tão baixas que é possível que a Renault não aplique nele nem mesmo uma reestilização. Em 2010, por exemplo, foram emplacadas apenas 4.100 unidades. Em 2011 o desempenho melhorou, mais ainda assim ficou abaixo do programado: 6.900 exemplares. A montadora esperava que o mercado europeu absorvesse entre 75 mil e 150 mil unidades deste tipo de veículo por ano. Por Dyogo Fagundes - Fonte: Reuters