Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012

Rodamos com o Ford KA 2012 pelo trânsito carregado de São Paulo, em boas estradas pavimentadas e até mesmo em pequenas estradas de terra. Depois do convívio diário com o modelo, resultados positivos e negativos foram apurados nas considerações finais.
Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012
Visual A mudança estética, apesar de não chamar muito a atenção, fez bem ao modelo. O visual Ford KA 2012 não ficou desproporcional e nem com a sensação de que foi "forçado" a ganhar a nova identidade. Apesar de algumas críticas recebidas pelas lanternas traseiras translúcidas, o resultado geral foi muito positivo. Na parte interna, as mudanças ficam por conta do novo grafismo do painel e novos revestimentos dos bancos e portas. Como efeito visual, as saídas de ar, a manopla do câmbio e as maçanetas receberam acabamento prateado Ford Silver. Outra novidade foi a inclusão de um novo porta-copo.
Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012
Desempenho e consumo Rodar com o Ford KA não é tarefa cansativa. Graças à boa dirigibilidade herdada da primeira geração, o Ford KA é um carro que mostra bom acerto do conjunto, com boa resposta da direção e câmbio com encaixes precisos. O desempenho nesta versão equipada com motor 1.0 fica um pouco abaixo do encontrado em alguns concorrentes, mas como falamos acima, é um carro que trata melhor o motorista. Para reduzir o custo, nada de ajuste de altura do banco ou volante. Ponto positivo para o ajuste elétrico dos retrovisores e para os vidros com acionamento elétrico (disponível na versão avaliada).
Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012
Se o modelo oferece uma boa condução, o mesmo não pode ser dito sobre o consumo. Na ficha técnica, a Ford informa que o KA 2012 tem consumo médio 10,2 km/litro quando abastecido com etanol e de 15,2 km/litro com gasolina (considerando a média entre cidade e estrada). Em nosso teste, abastecido somente com etanol, o KA 1.0 2012 registrou média de 8,5 km/litro, resultado do consumo de 6,8 km/litro na cidade e dos 10 km/litro na estrada.
Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012
Manutenção O Ford KA também é um carro com custo de manutenção acessível. Na ocasião do lançamento do modelo, a Ford informou os seguintes valores: Revisão de 10.000 km: R$ 165,00 Revisão de 20.000 km: R$ 215,00 Revisão de 30.000 km: R$ 320,00 Estes valores já contemplam a mão de obra.
Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012
Preços O preço inicial do Ford KA 1.0, é de R$ 24.500. Adicionando pacote elétrico (vidros, travas elétricas nas portas e abertura do porta-malas por controle remoto) o preço sobe para R$ 25.590, e com o ar condicionado o preço total chega a R$ 27.990. Já a versão 1.0 mais equipada é a Pulse. Por R$ 29.590, esta versão traz direção hidráulica, ar condicionado, vidros elétricos e travas elétricas. Adicionando o My Connection, faróis de neblina e as rodas de alumínio de 14 polegadas, o preço sobe para R$ 30.990. Com duplo airbag, o preço final é de R$ 31.590. Considerações O Ford KA 2012, em sua versão de entrada, é uma opção interessante pelo bom nível de condução que entrega. Equipando o modelo 1.0 com todos os itens disponíveis, o atrativo do preço deixa de ser um diferencial, quase que invadindo o espaço do irmão maior, o Fiesta, o qual oferece mais espaço e quatro portas. O visual ainda agrada e será suficiente até a chegada da nova geração, a qual já está sendo trabalhada pela Ford. Como pontos negativos é a ausência dos freios ABS, até mesmo como item opcional nas versões mais caras, e o consumo um tanto quanto elevado para um carro 1.0.

Garagem CARPLACE: Considerações finais sobre o Ford KA 2012

Foto de: Fábio Trindade