Desculpa? Recessão no Reino Unido está tornando britânicos mais desonestos, afirma pesquisa

Uma prática comum a brasileiros, paraguaios e chineses (para não citar outros povos) está se tornando comum no Reino Unido: a desonestidade. Em uma pesquisa realizada pelo site Trusted Dealers, uma em cada cinco pessoas admitiu contar mentiras na hora de repassar seu carro a outro comprador. A principal razão apontada pelos 20 mil entrevistados foi a crise econômica pela qual a Europa vem passando. Na tentativa de obter um valor acima do estimado 34% dos proprietários omitiram problemas mecânicos, enquanto outros 10% esconderam dados sobre o histórico de seus automóveis. Por incrível que pareça esses dois comportamentos foram considerados menos graves. Dentre os participantes da enquete 1 em cada 10 afirmou ter alterado a quilometragem do carro para poder vendê-lo com menos dificuldade. Quanto ao envolvimento em acidentes automobilísticos 5% dos participantes afirmaram não ter mencionado o fato àqueles que adquiriram seus automóveis. A pesquisa também revelou que os escoceses são os mais desonestos (27%), seguidos de perto pelos londrinos e pelos habitantes do condado de Essex. A parte mais confiável do Reino Unido foi Yorkshire, com menos de 13% dos vendedores dispostos a contar mentiras na hora de negociarem seus carros. Por Michelle Sá / Fonte: Autoblog Reino Unido