Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada

Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada
  Uma coisa que não combina muito bem é carro alto e estabilidade. Geralmente, carros com suspensão elevada possuem estabilidade menor do que carros comuns, ainda mais em velocidades elevadas. Uma grata surpresa que tivemos que com o AirCross foi o seu comportamento na rodovia. Nos chamou muito a atenção a estabilidade do AirCross em velocidades mais elevadas (sem exageros, claro). Na estrada, em velocidade de até 120 km/h, o carro transmite muita segurança ao motorista. Nada de flutuações e ou direção leve. Em curvas o carro também se mostrou firme, balançando um pouco a carroceria, mas mantendo a trajetória de modo muito satisfatório. Em trecho fechado de teste, atingindo 160 km/h, o carro demonstrou uma estabilidade melhor do que muito carro pequeno.
Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada
No entanto, um ronco a exatos 120 km/h em quinta marcha invadiu a cabine. A 110 km/h ou a 130 km/h o ronco não aparece, mas a 120 km/h ele sempre esteve lá, justo na velocidade máxima permitida na maioria das rodovias brasileiras. Nesta velocidade, o motor 1.6 16V de 110 cavalos com gasolina trabalha a quase 4.000 rpm.
Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada
Na estrada, o motor 1.6 16V do AirCross não faz feio. Devido ao peso do carro, é necessário pisar um pouco mais fundo no acelerador para o carro embalar. Para quem não tem pressa, atingir o 120 km/h demora um pouco mais, porém, a paciência é compensada com menor consumo de combustível. Como todo bom motor 16V, a disposição do motor surge em altas rotações. Em longos trechos de subida, o motor não desanimou e a 120 km/h, deixou muito carro menor 1.6 para trás (sim, tudo depende do estilo de condução dos outros motoristas). Iniciamos o teste na estrada com um estilo de condução mais agressivo, sempre rodando com RPM alto para extrair o máximo de desempenho do carro. Com gasolina, o computador de bordo passou a indicar 6,2 km/litro como consumo médio. Ao mudar a forma de condução, passando a tratar o pedal do acelerador com mais suavidade, o computador passou a indicar 7,0 km/litro. Num trecho de 200 km/h, mantivemos a média de 120 km/h sem a utilização do ar condicionado. Esse consumo nos assustou um pouco, mas é preciso considerar que se trata de um carro grande e estava transportando três pessoas.
Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada
Em resumo, apesar do ronco a 120 km/h, o AirCross é um carro extremamente confortável na estrada. Mesmo depois de algumas horas ao volante, não nos causa cansaço. Um câmbio automático seria interessante no quesito conforto, mas o piloto automático já ajuda bastante em longos trajetos.
Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada

Garagem CARPLACE: Comportamento do Citroën AirCross na estrada

Foto de: Fábio Trindade