Opel vai vender na Argentina e no Chile, mas deixa mercado brasileiro de fora

Karl-Friedrich Stracke deu o ultimato hoje (6): a Opel não vai entrar no Brasil. Em entrevista concedida à revista alemã Automobilewoche, o executivo declarou que a marca voltará a vender seus carros na Argentina e no Chile, mas confirmou que o mercado nacional não está nos planos da montadora. De acordo com Stracke, o principal motivo para a não atuação da Opel por aqui é um possível concorrência direta com a Chevrolet. O executivo, contudo, mantém a meta de comercializar 100.000 veículos na América do Sul em 2012 mesmo sem atuar no principal mercado da região. Os modelos mais contados para chegar aos mercados vizinhos são Astra, Insignia e Zafira. Por Dyogo Fagundes - Fonte: Divulgação