Automóveis: importações brasileiras aquecem produção argentina

As vendas de carros no Brasil ajudaram a impulsionar a indústria automotiva da Argentina. Conforme projeções da Adefa (entidade argentina dos fabricantes de veículos), 800 mil unidades deverão ser fabricadas por lá neste ano.
Automóveis: importações brasileiras aquecem produção argentina
As exportações do país vizinho subiram 8,3% em abril, comparadas ao mês de março, para 42.244 veículos, e ficaram em patamar 30,4% acima do registrado no primeiro quadrimestre de 2010. Na mesma comparação, as exportações acumuladas em 2011cresceram 32,4%.
Automóveis: importações brasileiras aquecem produção argentina
Segundo Aníbal Borderes, presidente da Adefa, o Brasil foi o país que mais absorveu a produção local. Do total de automóveis fabricados 80,2% foram destinados para nosso mercado (142.773 unidades), enquanto que para a Europa seguiram 7,3%. Para o México, Uruguai, Chile e Colômbia foram exportados 3,2%, 3%, 1% e 0,9%, respectivamente.
Automóveis: importações brasileiras aquecem produção argentina
A fabricação de automóveis argentinos somou 72.432 unidades no mês de abril, avançando 2,8% na comparação com março, e 26,8% sobre o mesmo mês de 2010. A produção acumulada este ano está 27,8% acima da registrada para o mesmo período de 2010. Resumo do mercado argentino em abril Produção: 72.432 Exportações: 42.244 Vendas a concessionários: 70.782 (das vendas, 23.771 são veículos argentinos) Produção por marca em 2011 Fiat: 33.414 Ford: 26.006 GM: 42.310 Honda: 34 Iveco: 1.264 Mercedes-Benz: 4.573 PSA Peugeot Citroën: 39.289 Renault: 31.284 Toyota: 20.576 Volkswagen: 33.168 Total: 231.918 unidades Por: Michelle Sá / Fonte: Automotive Business

Automóveis: importações brasileiras aquecem produção argentina

Foto de: Thiago Parísio