Mitsubishi quer entrar na briga entre os sedãs médios "nacionais"

Decidida a crescer no Brasil e abandonar posição de coadjuvante no mercado nacional, a Mitsubishi anunciou um aporte de aproximadamente um bilhão de reais no país. Este valor deverá ser investido na ampliação da planta de Catalão (GO). Com estimativa de ampliar a capacidade produtiva para 300 carros diários – atualmente são 180 -, a marca japonesa espera atingir 100 mil carros produzidos anualmente e garantir um crescimento superior a 100% em relação ao que sai hoje da fábrica goiana. Aproveitando o bom momento do segmento no Brasil, uma das principais novidades anunciadas pela Mitsubishi será a produção nacional de um sedã médio. O modelo escolhido possivelmente será o Lancer, atualmente importado apenas na versão Evolution X (R$ 209.990).
Mitsubishi quer entrar na briga entre os sedãs médios "nacionais"
O primeiro dos novos modelos a serem produzidos por aqui será o crossover ASX, no 2º semestre do ano que vem. Lançado no Brasil no 2º semestre do ano passado, o ASX já é um dos mais vendidos entre os SUVs acima de R$ 80 mil. Por: Thiago Parísio / Fonte: Interpress Motor

Mitsubishi quer entrar na briga entre os sedãs médios "nacionais"

Foto de: Thiago Parísio