Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo

Um belo dia de sol. Uma bela pista de teste. Uma bela máquina equipada com motor V10 de 525 cv de potência a 8.000 rpm e torque de 53 kgfm a 6.500 giros nas mãos. A convite da Audi, o CARPLACE teve a oportunidade de acelerar fundo e passar dos 200 km/h ao volante de um Audi R8 5.2 FSI V10 quattro.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Clique nas imagens para ver em alta resolução. Como parte do Programa Audi driving experience, a marca alemã promoveu o Audi Track na pista de teste da bela Fazenda Capuava, localizada em Indaiatuba, interior de São Paulo. No evento, a marca disponibilizou os modelos A1, A3, A4, A5 Sportback, A7 e os esportivos RS5 e R8 para testes na pista. Os utilitários Q5 e Q7 estavam disponíveis para testes na pista e num pequeno trecho de demonstração dos recursos off-road. Em exposição, a marca também levou uma unidade do A8.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Ao chegar no ponto de embarque, a fila de modelos Audi estava dividida da seguinte forma: o grupo de modelos A1, A3, A4, Q5 e Q7 no lado esquerdo e o grupo de modelos TTS, A5 Sportback e A7 no lado direito. À frente, os esportivos R8 e RS5 eram os reis do teste. Para permitir que o bom desenvolvimento de velocidade do comboio, cada grupo entrava de forma isolada na pista, ou seja, pista livre para acelerar os esportivos R8 e RS5 ao máximo.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Para dirigir o R8, a marca ofereceu um breve brieffing e a companhia de um piloto profissional a bordo (como co-piloto). Quem nos acompanhou foi Beto Gresse, piloto oficial da Audi e também da Stock Car. Dentro do carro, algumas orientações finais sobre o traçado da pista, momentos ideais para aceleração e frenagem.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Na parte interna, o acabamento transpira esportividade. Os bancos esportivos no formato concha tem acabamento em couro Nappa, assim como o painel. O quadro de instrumentos permite excelente leitura de todas as informações, mesmo sob um sol escaldante. Detalhe: o ar-condicionado do R8 é poderoso.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
O volante tem excelente pegada e também conta com alguns comandos integrados. Na portas, o desenho dos puxadores também seguem o padrão esportivo do carro com acabamento fibra de cabrono.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
O emblema V10: só para lembrar a potência do coração do R8.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
"Dentro da cabine", o ronco do motor V10 acelera também os batimentos do piloto.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Ao ligar o motor, a primeira boa sensação do ronco invadindo a cabine. Autorização concedida e pista liberada para o teste. Hora de acelerar fundo.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Com diversos trechos sinuosos,  foi possível notar a excelente estabilidade do superesportivo e a segurança para se fazer curvas em velocidades mais elevadas. O carro literalmente gruda no chão. Durante o trajeto, o piloto Beto Gresse alerta para evitar acelerar em trechos curtos próximos das curvas, pois com esse motor, o R8 "chega muito rápido". Fizemos o trajeto sinuoso conhecendo as reações do modelo, sem mais abusos, mas o pedal do acelerador sempre mantendo o convite a se pisar mais fundo.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Ao chegar na primeira reta, um pouco curta, a primeira experiência de se pisar fundo no acelerador. Imediatamente a pressão do corpo contra o banco aumenta, o conta-giros sobe rapidamente em conjunto com a velocidade. Hora de freiar forte, mas mesmo assim, o R8 mantém a trajetória de forma segura. Na segunda e principal reta, hora de brincar de verdade. Acelerador ao fundo, sem dó. Em segundos a velocidade sobe para 100 km/h, 140 km/h, 180 km/h, 200 km/h.... em menos de 10 segundos já passamos de 200 km/h, momento de frenagem forte e em seguida uma curva de 180º, feita de forma segura. Veja o momento em que passamos de 200 km/h:  
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Na segunda volta, depois de entender como domar o R8, fizemos as curvas de forma mais forte, sempre com segurança impressionante. Em qualquer situação, o controle do carro é total, mesmo nas curvas mais fechadas. Os freios também são de certa forma impressionantes. Depois de mais uma forte acelerada, hora de retornar ao ponto de parada.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Depois de conter a vontade de acelerar mais, outro desafio: passar estreitamente entre os outros modelos da marca.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Ao terminar o teste do Audi R8, um reflexo demora a acabar: um belo sorrisso no rosto e sensação de acelerar um superesportivo a 200 km/h não sai da cabeça.  Para quem dispõe de R$696.500 para comprar uma máquina dessa, estas sensações são recorrentes.
Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo
Por: Fábio Trindade

Audi R8 5.2 FSI V10 quattro: Andamos a mais de 200 km/h com o superesportivo

Foto de: Fábio Trindade