Tata já estaria com dificuldades para manter o preço do Nano em US$ 2,5 mil

Depois da apresentar o Nano como "o carro mais barato do mundo" com preço anunciado de US$ 2,5 mil, a Tata já estaria enfrentando dificuldades para manter o preço "revolucionário" do modelo. A explicação é simples: a inflação mundial está fazendo aumentar o preço das matérias-primas.
Tata já estaria com dificuldades para manter o preço do Nano em US$ 2,5 mil
Os aumentos estariam afetando diretamente os preços das principais matérias-primas, principalmente do minério de ferro que aumentou mais de 50% em menos de um ano, resultando em uma bela dor de cabeça para os executivos da marca. Com isso, a Tata já estaria negociando maneiras com seus fornecedores para que estes aumentos não venham refletir no preço final do pequeno carro. Uma situação realmente complicada e inevitável.
Tata já estaria com dificuldades para manter o preço do Nano em US$ 2,5 mil
Com base nisso, o mercado internacional já considera pouco provável que o preço final de venda do Tata Nano consiga se manter em US$ 2,5 mil. Tata no Brasil A revista Exame, em sua edição de 03/04/2008, publicou uma reportagem em que afirma que Ratan Tata estaria em negociações adiantadas com a Fiat para produzir o Tata Nano na Argentina a partir do 2º semestre deste ano e importá-lo logo em seguida para o Brasil. Até agora, nenhuma nova informação surgiu a respeito.

Compare Preços: Fiat Uno Mille, Ford Ka, Chevrolet Celta, VW Gol, Gol Rallye, Gol Trend, Gol Power, VW Voyage, VW Fox, VW Crossfox, VW SpaceFox, Fiat Idea, Chevrolet Meriva, Chevrolet Corsa , Ford Fiesta

Tata já estaria com dificuldades para manter o preço do Nano em US$ 2,5 mil

Foto de: Fábio Trindade