Volta rápida Hyundai Elantra 2017 - Siga o líder

Em meio ao lançamento dos novos SUVs Creta e Tucson, o Elantra tinha tudo para passar despercebido. Mas o sedã mudou mais do que sua ficha técnica sugere e, com preços a partir de R$ 84.990, pode pela primeira vez fazer o comprador de Corolla e Civic coçar a cabeça - afinal, mesmo sendo importado da Coreia do Sul, ele custa menos que os rivais feitos no interior paulista. Dirigimos o modelo durante um breve test-drive em Florianópolis (SC) e gostamos do que vimos. Mas o almoço nunca é grátis. 

Antes de falar de preço, vamos ao carro. O Elantra nunca foi tão japonês no jeito de andar, todo certinho, e europeu no estilo. A Hyundai parece ter percebido que o modelo anterior, cheio de vincos e recortes, cansou mais rápido que viral do Youtube. O sedã agora está bem mais elegante com o novo conjunto de faróis e grade hexagonal, capô largo e baixo, além da traseira com caída mais suave, que lembra um pouco a do Civic. Só que, diferentemente do Honda, a ponta da tampa do porta-malas é levemente puxada para cima, enquanto as lanternas adentram a tampa, num conjunto mais tradicional. 

 

Hyundai Elantra Avaliação BR

 

Internamente, o Elantra também trocou o arrojo do painel em formato de Y por um desenho mais convencional, porém, que transmite maior elegância. O painel usa plástico rígido, mas de qualidade (sem aquele brilho de peças de baixo custo) e tem comandos bens distribuídos, com foco na central multimídia de 7" com tela sensível ao toque e uma série de recursos, como GPS, mirror link para smartphones, câm...