Hatch da Ford é bem equipado para um "popular" e tem custos baixos

A segunda categoria do Seleção Motor1.com ainda é composta quase em sua totalidade por modelos com motores 1.0, mas aqui eles já são maiores e mais equipados. A briga ficou baseada em preços e custos, mas outros aspectos também tiveram maior relevância, como o pacote de equipamentos e o espaço interno. Veja como ficou o resultado: 

1) Ford Ka SE 1.0: R$ 46.290

Revisões: R$ 1.380,00

Desvalorização: 19,4%

Seguro: R$ 2.050,00

Cesta de peças: R$ 2.267,35

Ford Ka e Ka Sedan 2019

No ano passado, o Ford Ka ficou de fora por estar próximo da reestilização, algo que aconteceu pouco tempo depois da nossa premiação. Além de ser o mais barato do trio finalista, o Ka SE é mais equipado que o Argo 1.0 e custa menos. Apesar das revisões mais caras que as do Fiat, o pacote de peças e o seguro do Ford são os mais baratos. Nossa escolhida, a versão SE já vem equipada com direção elétrica (ajustável em altura), sistema de som com Bluetooth e USB, ar-condicionado, vidros dianteiros e travas elétricas, e computador de bordo. O motor 1.0 de 3 cilindros é o mais potente da categoria (85 cv e 10,7 kgfm) e agora trabalha junto a um novo câmbio manual, com engates mais leves e precisos. Por fim, a Ford somou 820 pontos na pesquisa de pós-venda da J.D. Power, quase empatada com a Chevrolet (822) e bem à frente da Fiat (795).   

2) Fiat Argo 1.0: R$ 48.990

Revisões: R$ 1.076,00

Desvalorização: 20,8%

Seguro: R$ 2.200,00

Cesta de peças: R$ 3.638,29

Fiat Argo 1.0 Drive (Oficial)

O Argo ficou perto de vencer a categoria nesta sua versão de entrada, mas perdeu a primeira colocação pelas peças caras e pelo fato de vir pouco equipado. Apesar das revisões mais baratas, o Fiat é o mais caro do trio e também possui a desvalorização mais alta. Na cabine, é maior e mais confortável que Ka e Onix, porém, fica devendo nos equipamentos. Até o limpador/lavador do vidro traseiro é opcional (no chamado kit visibilidade), além do rádio (só vem de série com preparação para som) e dos apliques de acabamento no painel e no volante. O motor 1.0 Firefly de 3 cilindros (77 cv e 10,9 kgfm) tem boa força em baixas rotações por sua configuração de duas válvulas por cilindro, tornando a condução mais agradável na cidade. 

3) Chevrolet Onix LT 1.0: R$ 47.490

Revisões: R$ 1.424,00

Desvalorização: 17,3 %

Seguro: R$ 2.230,00

Cesta de peças: R$ 2.924,92

Chevrolet Onix 2019

Como a diferença de preço entre o Onix Joy e o Onix LT é de apenas R$ 900, escolhemos a versão de visual mais moderno e mais equipada do campeão de vendas. Apesar de ser mais barato que o Argo, seu projeto é mais antigo, assim como o motor 1.0 de 4 cilindros (80 cv e 9,8 kgfm), o que resulta em pior desempenho principalmente na cidade, apesar do câmbio manual ter 6 marchas (contra 5 dos rivais). Além disso, suas revisões são as mais caras do trio. Apesar da estreia da nova geração do Onix acontecer neste ano (com o sobrenome Plus), esta carroceria e versão serão mantidas no mercado como opção mais acessível - o que não vai acontecer com o rival Hyundai HB20, que deixará de ser produzido com a chegada do novo modelo, ainda em 2019.  

Dica: Renault Sandero Authentique 1.0 - R$ 45.990

Sim, ele está bem perto de mudar. Mas pode ser um bom momento para comprar o Renault Sandero 1.0, aproveitando aqueles típicos descontos para limpar o estoque. A versão de entrada traz o básico necessário (ar e direção, trava e vidros elétricos), o bom motor 1.0 SCe (82 cv e 10,5 kgfm) e um amplo espaço interno. É um dos favoritos dos motoristas de aplicativos e, como a mudança será mais visual, não ficará tão desatualizado. Para os que preferem a novidade, a linha 2020 estará nas lojas em agosto e não deverá ter grandes aumentos de preço.

Renault Sandero 1.0 SCe

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

Galeria: Comparativo: Ford Ka x Fiat Argo